Pioneiros na Patinação em Pistas de Skate em São Paulo

Nos anos 80, quando não havia no Brasil patins compatíveis com pistas de Skate, eu freqüentava a Frannette Skate Park que ficava no fundo da loja de mesmo nome na Avenida Paes de Barros, na Móoca, S. Paulo.

Mas foi difícil convencer o “seu” Alberto, dono da Frannette, a me deixar entrar na pista. Na primeira vez que eu chequei com meu par de patins ele disse: “Aqui não pode entrar com isso, não. É só Skate”. Na segunda vez que tentei, ele ficou mal humorado: “Ô moleque, eu já não disse que você não pode entrar com isso aí?”. Na terceira, mudei a estratégia. Pequei um skate emprestado de um amigo e escondi os patins em uma mochila. Consegui entrar… Mas quando o “seu” Alberto me viu prestes a entrar no Bowl, ficou apavorado. Correu em minha direção e começou a gritar: “sai daí, seu moleque… eu já te falei que aqui é só skate”. Mas era tarde… Antes dele me alcançar eu já estava batendo no cop no topo do bowl. E, para minha surpresa, o “seu” Alberto, mudou sua fisionomia de contrariedade para admiração e exclamou: “Nossa que legal! Eu não sabia que dava prá fazer isso de patins! Você pode continuar andando aqui. Mas só você…”

Law na Franette em 1980
Law na Franette em 1980
Law na Franette em 1980
Em julho de 2010, fiquei sabendo que o Fernando, também nos anos 80, improvisou um patins “nervoso” com um tênis Adidas, truques e rodas de skate. Olha só as fotos do cara!!!
João Fernando em Jundiaí
João Fernando em Jundiaí
João Fernando em Jundiaí
João Fernando em Jundiaí