RuPaul

Cantor, compositor, modelo, ator, performer, apresentador… Como disse Ernie Manouse, “provavelmente nada o descreve melhor do que a palavra sensação”!
Rupaul Andre Charles, nascido em 1960, em San Diego (CA) é um dos meus artistas favoritos. Aos 4 anos de idade, lembra que adorou a performance do grupo feminino The Supremes no programa de TV, de Ed Sullivan. Um ano depois, “dublou” pela primeira vez, ao lado da garagem de sua casa, a canção Baby Love.
Adolescente, estudou teatro e, após trabalhar para seu cunhado como vendedor de carros usados, experiência que o ensinou a ouvir as pessoas e negociar, aos 21 anos sentiu que era o momento de batalhar por uma carreira no show business. Um ano mais tarde, fez sua primeira aparição na TV, no programa The American Music Show.
Empreendedor e contestador sem perder a graça e o humor, ele quebrou as barreiras da cena Drag, nos anos 90, gravou com cantores como Elton John, Martha Wash e Diana Ross, e atuou na trilogia underground Starbooty.
Atualmente, ele difunde uma mensagem otimista e inspiradora para as novas gerações de Drag Queens que, por meio da exposição em seu reality show RuPaul´s Drag Race, encontram oportunidades de trabalho além do segmento GLBT. Em janeiro deste ano (2012), estréia a quarta temporada, que promete!
Para saber mais e acompanhar as novidades desta personalidade singular e audaciosa, acesse o Blog do RuPaul.
Sashay, Shantay, dear 😉

"3°Manifesto da Mímica Total – Luis Louis 20 anos" – Convidado Especial: Desmond Jones

Em celebração aos seus vinte anos de carreira, Luis Louis traz, pela primeira vez, ao Brasil, seu mestre Desmond Jones, um dos criadores do Teatro Físico, fundador e diretor da renomada Desmond Jones School of Mime and Physical Theatre na Grã-Bretanha. Sua escola recebeu alunos de mais de 50 países e é conhecida no Brasil, por ter formado grandes performers: Luis Louis, Denise Stoklos, Mauro Zannata, Fernando Vieira, Carla Candiotto, entre outros. Vários ex-alunos têm atuado nos principais grupos de Mímica e de Teatro Físico internacionais- Theatre de Complicite, Right Size, Trestle, David Glass Ensemble, Ophaboom – em diversos filmes como Greystoke e Star Wars.
Este evento promove um encontro que reúne esse mestre com a Cia. Luis Louis, o Laboratório de Pesquisa e Criação da Mímica Total do Brasil, os artistas pesquisadores do programa de estudo do Estúdio Luis Louis, e artistas convidados que tiveram sua formação com ele.
Programação:
22/11(3ªfeira) -20h30 – Apresentação dos artistas do programa de estudos do Estúdio Luis Louis
Estamos finalizando um ano que foi um período incrivelmente inspirador para esse grupo, com muita Mímica, Humor e muitas criações, quando nos surpreendemos a cada dia com a imaginação fértil desses artistas. Nessa noite, vamos apresentar ricos momentos desse período, com performances para lá de divertidas!
Elenco: Albari Gruner de Camargo Filho, Bruno Saggese, Diogo César dos Anjos, Emanuella Alves, Ernani Sequiel, Gabriela Costa dos Santos Fortanell, Gabriela Lois, Joice Tavares, Josy Rouse, Júlio César Argentim, Lucas Lopes, Patrícia Fernandes Lulia Jacob, Paul Zanon, Ricardo Gimenes, Roger Querubin de Souza, Rubens Vidigal Neto, Thiago Spektror, Xexéu Vaulêz, Yves Carrasco.
Entrada: R$ 10,00 (preço único. A bilheteria é aberta 1 hora antes. Sujeito à lotação).
25/11(6ªfeira) – 20h30 “Tributo a Desmond Jones” com apresentações de Carla Candiotto, Fernando Vieira, Mauro Zanata, Luis Louis e parceiros da Mímica Total.
Apresentação única e inédita coordenada por Luis Louis, com a presença de grandes artistas brasileiros que se formaram e pesquisaram essa linguagem com Desmond Jones na Inglaterra. São eles: Fernando Vieira, Mauro Zanata da Cia. Ator Cômico de Curitiba, Carla Candiotto da Cia. Le Plat du Jour, Luis Louis e parceiros da Mímica Total.
Vamos compartilhar a diversidade desses artistas que tiveram o mesmo ensino e elaborararam a sua própria linguagem, estilo e pesquisa de trabalho, a partir desse fundamento, com notáveis resultados.
Será uma homenagem emocionante à Desmond Jones.
Após o espetáculo haverá um coquetel para brindarmos este encontro.
Entrada: R$ 20,00 (preço único. Coquetel incluso. A bilheteria é aberta 1 hora antes. Sujeito à lotação).
Endereço:
Sala Crisantempo: Rua Fidalga, 521 – Vl. Madalena
Telefone: (11) 3819 2287
A Bilheteria abre às 19:30h.

Estúdio Luis Louis

www.cialuislouis.com.br

A Arquitetura e o Crime, por Ricardo Homuth

Recebi hoje, por e-mail, o texto a seguir de meu colega no Clube da Voz, Ricardo Homuth, que trata do triste episódio em que Mario Bortolotto foi baleado por marginais. Justo ele que, com estilo mordaz, retrata tão bem o submundo em suas montagens teatrais.
Tomara que o Bortolotto se recupere.
A ARQUITETURA E O CRIME
O concurso público cujo projeto vitorioso gerou a atual Praça Roosevelt teve a sorte de entrar para a história como um simples “equívoco arquitetônico”.
Mesmo quem não acredita que a arquitetura pode ser determinante teve que acompanhar a agonia e o posterior fechamento da Biblioteca Pública Circulante, dos Cine Clubes e até do Supermercado que um dia existiram ali.
Pois bem, depois da arquitetura cumprir seu papel às avessas, transformando a Praça Roosevelt em um lugar urbanisticamente inviável, entregue à violência, à indigência e à prostituição, eis que a desvalorização transformou o local numa alternativa para pequenos grupos de teatro ali se estabelecerem.
Os atores não tem medo de nada. Usam a cidade e suas mazelas como material para sua poesia, suas peças, seua atos.Vivem de transformar a realidade.
Foi assim que, um após outro, os grupos foram chegando, Satyros, Cemitério de Automóveis, Parlapatões … e, claro, o público.
A volta da vida na Praça foi um presente da classe teatral para a cidade.
Como sempre acontece com movimentos espontâneos, os políticos viram ali uma oportunidade de angariar votos, fazer discursos e propor projetos que passariam de uma gestão à gestão seguinte, com novos discursos, novos projetos e nova adulação aos bravos do teatro, instalados na Praça.
Mas havia nisso uma tragédia anunciada.